Início Matérias Saúde Engordando na quarentena? Veja dicas para controlar a compulsão

Engordando na quarentena? Veja dicas para controlar a compulsão

Essa tem sido a realidade de muita gente na pandemia. Confira medidas conscientes que podem minimizar o risco de compulsão alimentar em meio ao caos

Quem imaginou que, em algum momento de nossas vidas, seriamos orientados a ficar confinados em casa frente à ameaça de um vírus? Esse cenário inédito na geração tem trazido à tona muitos a sentimentos conflitantes, como angústia, medo, preocupações, depressão e ansiedade. Somada a esses fatores, temos uma situação que também vem sendo enfrentada por muitas pessoas: a compulsão alimentar.

Considerada um transtorno psicológico, a compulsão em relação aos alimentos gera a necessidade de comer mesmo sem fome. Na maioria das vezes, a comida torna-se uma compensação dos estados emocionais e uma (senão, a única) fonte de prazer na rotina, o que, consequentemente, provoca o aumento de peso na balança.

Caso você se identifique com esse cenário, vale conferir as dicas da nutricionista Vivian Cognetti e tomar as rédeas da sua alimentação:

Adote uma rotina de exercício físico

Compulsão
Que tal se exercitar em casa | Foto: Divulgação

Com o fechamento das academias, muitos profissionais e estabelecimentos passaram a oferecer consultorias na internet ou mesmo por meio de aplicativos e vídeos no Youtube, nos quais encontramos orientações gratuitas de como se exercitar em casa.

Mesmo que a intensidade seja diferente da provocada em uma aula presencial, o que vale é se movimentar e não ficar parado.

Vale lembrar ainda que a atividade física é um recurso importante para sua saúde física e mental. Ela gera bem-estar imediato por conta das substências produzidas no organismo, o que contribui para diminuição da ansiedade, melhor controle do estresse e um sono mais reparador.

Estabeleça horários para comer

Coma em horários certos | Foto: Divulgação

Estabelecer em quais horários você fará suas refeições e ter uma ideia em mente do que vai preparar em cada uma delas são ações que ajudam a evitar episódios de compulsão.

Ah, também pare com o hábito de beliscar entre as refeições! Quando você fica petiscando, não consegue dimensionar o quanto consome. Sendo assim, é melhor fazer uma pausa espaçada entre os lanches, mas ficar saciado. Nos intervalos, aproveite para se hidratar.

Além disso, evite ter comidas em casa que possam ser gatilhos para a compulsão: Pote de sorvete no congelador? Refrigerante na porta da geladeira? Chocolate na dispensa? Costumo dizer que “o que os olhos não veem, o estômago geralmente não deseja”.

Desinstale apps de delivery

Compulsão
iFood e outros app de delivery? Melhor não | Foto: Divulgação

Com o fechamento de bares e restaurantes, os aplicativos de entrega ganharam força na quarentena. Vale observar se você vem abusando desse recurso e pedindo comida com muita frequência. Até porque, geralmente, a maioria das comidas oferecidas por eles são calóricas (como pizza, lanches e comida japonesa) e não contribuem para um peso saudável.

Outra dica? Desafie-se a ficar 15 dias sem esses apps! Isso forçará você a estabelecer um plano alimentar. Caso não queira uma medida radical, estabeleça limites semanais de pedidos.

Experimente yoga ou meditação

Meditação e yoga em casa | Foto: Divulgação

Por estarmos imersos em um caos mundial, é necessário recorrer cada vez mais a práticas que auxiliam na volta para o nosso próprio centro.

Assim como os treinos físicos disponíveis na internet, é possível encontrar práticas de yoga e meditações guiadas, as quais podem ajudar no controle da ansiedade e, consequentemente, evitar o desdobramento de uma compulsão alimentar.

Assista: Beleza tem padrão?
Leia também: Vai servir peixe no almoço ou no jantar? Saiba harmonizar com vinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!