Início Colunas Qualidade de Vida Você sabe o que é pródromo?

Você sabe o que é pródromo?

Essa palavra estranha é, na realidade, bastante comum, já que é algo pela qual todas as mulheres passam momentos antes de dar à luz

“Pródromo” consiste nas contrações, que antecedem o trabalho de parto, com a presença de cólica e, normalmente, sem ritmo. Elas variam em intensidade e frequência, além de piorar à noite e melhorarem ao amanhecer. Nessa fase, pode ser que ocorra a perda do tampão mucoso, aumento da umidade vaginal, irritabilidade e a sensação de que a gestação precisa “acabar”.

O pródromo acontece porque, nas fases finais da gestação, o bebê desce e pressiona mais o colo uterino e o corpo da mãe já está inundado de hormônios. Essas contrações vêm para preparar o colo para quando o parto realmente começar.

Mas qual a diferença?

Muitas mulheres acreditam que estão em trabalho de parto e são internadas precocemente. Já ouviu aquela história da mãe que foi ao hospital com 1cm de dilatação, teve contrações o dia todo e foi para cesárea à noite, porque não dilatou nada? Então, era um pródromo.

Vale destacar que as contrações não costumam ser muito dolorosas. A mulher, apesar de dificuldades para dormir, consegue se manter ativa.

O que fazer para aliviar?

O ideal é que a mulher não coloque na cabeça que está em trabalho de parto. Assim, melhor ela passará por essa fase, sem aquela ansiedade absurda. Para aliviar as dores, a dica é um banho longo e gostoso de água quente.

Massagem com óleo na lombar (aproveita e chama o marido (rs)); uso de bolsas de água quente na lombar ou no pé da barriga – que são os lugares que mais incomodam; ambiente confortável; alimentar-se bem e descansar: ações valiosas nesse período.

Como saber que o pródromo virou trabalho de parto?

Trabalho de parto costuma ser organizado. As contrações são semelhantes em intensidade e frequência. Mas o sinal mais clássico do trabalho de parto é a evolução. Enquanto o pródromo continua desorganizado, o trabalho de parto progride, ou seja, as contrações ficam cada vez mais intensas.

Thaiane | Crédito: Divulgação

Thaiane S. Guerra
Enfermeira no Instituto Geração Mãe

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!