Início Matérias Gourmet Vinho Madeira: você sabe o que faz dele tão famoso e especial?

Vinho Madeira: você sabe o que faz dele tão famoso e especial?

Apreciado no mundo todo, o Vinho Madeira leva o nome da ilha de domínio português onde é produzido; Com alto teor alcoólico, apresenta diferentes graus de doçura

A Ilha da Madeira, território português situado em meio ao Atlântico, é um destino fascinante e completo. Mas se existem vários motivos que a tornam um grande destino turístico, um se destaca: seu vinho.

Seguindo as tradições de Portugal, sua localização privilegiada, solo vulcânico e método de preparo dão origem a uma bebida de características singulares. Tanto que, famoso no mundo todo, esse vinho uma ótima maneira de conhecer a ilha mesmo sem viajar para lá.

Características do vinho Madeira

Para quem considera vinho uma bebida mais “tranquila” em termos de álcool, o teor alcoólico do vinho Madeira pode surpreender ao ultrapassar os 19%. Isso acontece porque ele é fortificado, ou seja, recebe álcool vínico para barrar a fermentação.

É possível encontrar vinhos Madeira com diferentes graus de doçura, cada um associado a uma espécie de uva:

  • Os vinhos doces são produzidos com a casta Malvasia;
  • Meio doces são da casta Bual;
  • Meio secos, da casta Verdelho;
  • E os secos, a partir da casta Sercial.

Já a casta Tinta Negra é base da maior parte da produção, dada a sua versatilidade para produzir os quatro graus de doçura.

Seu processo de produção também é bastante curioso. Diferente de qualquer outro vinho e desafiando a lógica da enologia, ele pode utilizar dois métodos de maturação distintos.

Vinho Madeira | Crédito: André Carvalho
Vinho Madeira tem uma tradição secular | Crédito: André Carvalho

Um é a maturação com calor, em que o vinho é armazenado em tonéis de inox sob temperaturas entre 45°C e 50°C durante, no mínimo, três meses. Essas condições simulam as encontradas durante as travessias oceânicas até as Índias.

Existe também o processo chamado canteiro, no qual o vinho é armazenado em barris de madeira por, pelo menos, dois anos. Durante esse tempo, eles ficam nos pisos superiores das adegas, onde a temperatura é mais elevada.

A origem do sucesso

Foi no século XV que as castas de uva foram introduzidas nas terras madeirenses, pouco depois de sua descoberta. O objetivo era fornecer a bebida aos navios que seguiam para o chamado Novo Mundo. A produção acabou se tornando uma das principais fontes da economia da ilha. Tanto que, atualmente, mais de 500 hectares de vinhas se misturam aos belos cenários do destino.

Degustar uma boa taça de vinho Madeira pode ser uma experiência inesquecível. Imagine provar uma bebida centenária? Com longevidade incomparável, o líquido pode ganhar sabor ainda mais extraordinário com o passar dos anos. Algumas produções chegam a três séculos!

Leia também: 3 filmes para assistir na Netflix enquanto degusta um bom vinho
Assista: 5 dicas para ser a solução e não o problema na crise

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!