Início Matérias Gourmet Uma ponte direta entre produtores de café e fãs da bebida

Uma ponte direta entre produtores de café e fãs da bebida

Em cada caixa, um novo sabor, um novo personagem e uma nova história. É assim que a Clubsmile busca transformar e expandir a cadeia de valor dessa cultura agrícola

O café é uma paixão nacional e não tem como negar. Há séculos produzindo e exportando essa iguaria, o Brasil consolidou uma posição destacada no mercado. Mas, mesmo assim, ainda existem muitos produtores brasileiros sem a visibilidade que precisam para dar continuidade à plantação e a qual merecem, tanto pelo sabor de seus grãos quanto pelo impacto econômico que podem gerar na região em que estão inseridos.

Gabriel Barruffini, fundador e CEO da Clubsmile | Crédito: Divulgação

Foi a percepção dessa realidade que resultou na criação da Clubsmile, um clube de assinatura de cafés especiais, cujo propósito é criar soluções para transformar e melhorar a cadeia de valor da produção cafeeira. “Praticamos o ‘fair trade’. Ou seja, trabalhamos na contramão do mercado. Tentamos vender com o preço mais acessível possível para o consumidor final, mas pagando o máximo ao produtor. Estamos propondo uma revisão da cadeia de valor, que acreditamos que será muito positiva para todos os atores dentro dela”, explica Gabriel Barruffini, fundador e CEO da Clubsmile, ao lado de Rodrigo Saraceni, co-fundador.

Após anos atuando no mercado cafeeiro global, Gabriel percebeu que os produtores brasileiros têm a tendência de seguir um modelo antigo, que acaba por desvalorizar os cafés com características especiais ou pequenas produções independentes. “Por isso, também, damos preferência para agricultura familiar. São histórias de superação e produtos com características quase artesanais, em relação ao manejo e à colheita principalmente”, ressalta o CEO. As primeiras caixas de produtos da club foram entregues em março de 2019.

Direto para a sua xícara

A proposta da Clubsmile é simples: todo mês, um novo artista (como são apresentados os produtores) e uma região produtora são revelados ao assinante – ou seja, um novo café especial –, por meio de uma “Smile box”, que é entregue à domicílio. Dessa forma, os participantes do clube recebem uma caixa mensal (entre os dias 25 e 30), contendo o novo café selecionado, informativos sobre as características sensoriais dos grãos, a história do pequeno produtor responsável por aquele sabor e um mimo especial. O formato do produto fica à escolha do assinante: pode ser grão, moído ou cápsula.

Vale ressaltar que o termo “café especial” não é uma adjetivação dada à critério da empresa, mas sim por um órgão oficial, como explica Gabriel. “São aqueles que passam por um crivo de qualidade, avaliados acima de 80 pontos de acordo com a certificação internacional SCA (Specialty Coffee Association). Então, todos os cafés que apresentamos possuem, no mínimo, essa pontuação”.

Tendo esse critério em vista, a seleção das produções que farão parte da Clubsmile, por sua vez, é realizada pela curadoria de Gabriel, que é também barista – profissional especializado em cafés de alta qualidade. Assim, ele fica responsável por garantir que apenas os melhores sabores chegarão aos assinantes e de contar as histórias dos produtores. “Faço entrevistas com eles, normalmente durante a visita in loco para conhecer a produção. Assim, é o entrevistado que conta sua própria história”, revela o CEO.

Gabriel Barruffini com casal produtor de café | Crédito: Divulgação

Leia mais: Unimed Ribeirão abre Centro de Atendimento Coronavírus 24 horas
Assista também: Saiba mais sobre a extensão de cílios

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!