Startups de Ribeirão conseguem fomento de agência de pesquisa

POR Redação 24 de junho de 2021
EDITORIAS QUE PODEM TE INTERESSAR

Com aprovação dos projetos pela CNPq, as startups Avita e Autaz poderão contratar bolsistas para o desenvolvimento de novas tecnologias

Assistidas pelo Supera Parque, duas startups de Ribeirão Preto conseguiram ter projetos aprovados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Dessa forma, Avita e Autaz receberão, respectivamente, fomento R$ 81 mil e de R$ 88 mil, que serão utilizados para pagar bolsas a pesquisadores.

A verba faz parte do programa CNPq/MCTI/SEMPI – Recursos Humanos em Áreas Estratégicas – Pesquisador na Empresa Incubada (RHAE), que apoia projetos que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil.

Para João Luis, da startup Avita, a aprovação do projeto permite agregar à equipe da empresa pesquisadores qualificados. “Está na nossa essência a excelência em inovações para o setor químico-farmacêutico. Teremos até o final do processo uma nova linha de produtos que não dependa da importação de determinados insumos, diminuindo o custo e aumentando a disponibilidade no território nacional”, explica.

Já Rodrigo Aznar, CEO da Autaz Soluções, conta que, com a verba, eles pretendem desenvolver um aplicativo que agilize e informatize o processo de calibração de adubadoras, evitando o desperdício de insumos em campo.

“Estamos com boas expectativas para desenvolver uma solução inovadora voltada a implementos agrícolas, solução que será complementar ao que já desenvolvemos hoje. Contrataremos dois novos bolsistas, trazendo grande aprendizado ao longo do período de vigência do projeto”, comenta.

Startups para o futuro

As empresas selecionadas participaram de um processo seletivo com mais de 200 inscritos, dos quais 66 projetos foram aprovados.

De acordo com Saulo Rodrigues, gerente da Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica, outras startups de Ribeirão Preto também participaram do processo de seleção e foram bem avaliadas.

“O edital, porém, previa que poderiam ser selecionadas até duas propostas assistidas pela mesma incubadora, nas regiões Sul e Sudeste do país, o que fez com que outras de nossas empresas, infelizmente, não conseguissem os recursos”, relata.

Leia também: Microsoft expande sua atuação no Brasil por meio de parceiros

TAGS
PUBLICIDADE
COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MATÉRIAS QUE VOCÊ PODE GOSTAR
PUBLICIDADE
COMPARTILHE