Início Matérias Arquitetura, decoração e paisagismo Designers da Osklen e WENTZ assinam coleção para Portobello

Designers da Osklen e WENTZ assinam coleção para Portobello

Com destaque nas linhas Ipanema e Planos, a Portobello traz diversos lançamentos em Quartzites, Mármores, Madeira, Decorados e Concreto

Pioneira ao lançar o Projeto Lastras em 2019, a empresa celebrou recentemente a primeira fábrica desses formatos inaugurada no Brasil. Com diversas novidades, essas superfícies contínuas representam uma revolução tecnológica na indústria cerâmica e definem um novo paradigma para a categoria.

Com capacidade de produzir revestimentos cerâmicos de 1,8m X 3,6m, o sistema permite racionalizar estocagem e logística, reduzindo impactos em toda a cadeia. Também possibilita a produção de diferentes acabamentos com menores espessuras e linhas mais completas, para projetos inovadores e ainda mais sustentáveis.

Com destaque nas linhas Ipanema e Planos, a marca lança agora novidades em Quartzites, Mármores, Madeira, Decorados e Concreto.

Linha Planos

Linha Planos por Guilherme Wentz.

A Planos é a linha de mobiliários da Officina Portobello assinada pelo designer de produtos e fundador da marca WENTZ, Guilherme Wentz.

O designer traduz em porcelanato a descontração do seu estilo, brincando com o desnível – superfícies que ora sobem, ora descem, seguindo os veios do material. O resultado são peças únicas e despojadas.

A coleção é composta por mesas, incluindo a versão colunas, com opções mais altas, que servem como objetos decorativos para os espaços.

Linha Ipanema

Linha Ipanema por Oskar Metsavaht

Um encontro de propósitos motivou a colaboração criativa de Ipanema com Oskar Metsavaht. Ele é diretor criativo do studio OM.art, e fundador e diretor de criação e estilo da Osklen.

O novo luxo, pleno de consciência ambiental, e a expressão de autenticidade de quem cria estabeleceram o diálogo transformado em novas superfícies de porcelanato.

Da arte ao design, da paisagem à geometria. “A coleção Ipanema é equilíbrio entre opostos: de um lado as curvas, os desenhos orgânicos e as cores feitas pelo mar e pela areia. Do outro, o preto do asfalto e as linhas retas dos seus prédios modernistas. Uma potente dialética”, define Oskar.

Leia também: Portobello lança exposição pelo olhar de grandes nomes da arte
Assista: Robusti 90 anos, por Stelio Robusti

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!