Início Matérias Pet Pensando em adotar um pet? Veja se já pode dar esse passo

Pensando em adotar um pet? Veja se já pode dar esse passo

Neste momento em muitos estão isolados em casa e a solidão começa a bater, o pensamento de adotar um pet tende a aparecer como conforto emocional

Não é novidade para ninguém os inúmeros benefícios da relação entre humanos e animais. Resultados de uma pesquisa realizada recentemente apontam que 82% dos tutores de pets confirmaram um impacto positivo deles em suas vidas. Além disso, 64% alegam se sentir mais felizes e relaxados na presença do pet. Mas da mesma maneira que eles nos trazem bem-estar, também precisamos zelar e cuidar para que eles vivam saudáveis e felizes ao nosso lado.

Angela Hughes, médica-veterinária e pesquisadora da Mars Petcare, destaca que o lado bom da adoção de um pet neste momento de quarentena é a oportunidade de animal e tutor criarem um vínculo maior. “Agora, em casa, temos a oportunidade de entender melhor as expressões faciais e a linguagem corporal de nossos animais. Portanto, use esse tempo para observar e aprender sobre eles. Além disso, há mais tempo para colher os benefícios de cuidar e acariciá-los, o que ajuda a aliviar sentimentos negativos, como o estresse e a ansiedade”.

Porém, antes de tomar a decisão de adotar um pet, vale lembrar que os animais necessitam de cuidados diários. Há quem esqueça que esse cuidado exige investimento, tempo e vários “serviços”, os quais, não raras vezes, são motivos que geram a devolução de animais adotados aos abrigos. Lembre-se: ter um pet é um compromisso de longa data.

10 fatos para considerar em uma adoção

1. Pesquise sobre o animal e veja se ele é compatível com o seu estilo de vida;

2. Quanto menor é a sua casa, menor deve ser o pet. Cachorros grandes, em um ambiente pequeno, por exemplo, podem ter problemas de adaptação;

3. Os filhotes requerem cuidados veterinários mais frequentes e precisam de uma quantidade maior de atenção. Ao voltar a sua rotina normal, você terá o tempo e a disposição que um filhote necessita? Se a resposta for não, talvez um animal mais maduro seja o seu companheiro ideal;

4. Considere que o tempo médio de vida de um animal é de 12 anos. Não haja por impulso;

5. Caso já tenha outros animais em casa, apresente o novo morador de forma gradual e fique sempre atento à convivência;

6. Mantenha o pet sempre dentro de casa. E, na hora do passeio, leve-o com uma coleira que contenha a plaquinha de identificação;

7. Evite que seus animais se reproduzam de forma indesejada. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações;

8. Todo pet precisa de alimentação de qualidade, que leve em conta suas necessidades, e muita água.  Seu bem-estar também depende de uma boa nutrição;

9. É necessário cuidar da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário;

10. Zele também por sua saúde psicológica. Dê atenção, carinho, ambiente adequado e reserve um momento do dia para as brincadeiras.

Quero mesmo adotar!

Considerou tudo e viu que está preparado para adotar um pet?! Mas não sabe onde procurar seu companheiro? O Programa PEDIGREE® Adotar é Tudo de Bom, em parceria com a ONG Ampara Animal, pode ajudar nesse encontro. Há mais de 10 anos, o programa já ajudou mais de 73 mil cães a encontrarem um lar feliz, promovendo a adoção responsável. Para saber mais, acesse: www.instagram.com/amparanimal/ ou www.pedigree.com.br/adotar

Leia também: Personagens do Castelo Rá Tim Bum voltam em nova série para crianças
Assista: Relaxe a mente e pense positivo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!