Início Matérias Cidade 'Nova Fiusa' começa a tomar forma em Ribeirão Preto

‘Nova Fiusa’ começa a tomar forma em Ribeirão Preto

As obras da “Nova Fiusa”, trecho que ligará o Jardim Olhos D’Água a Bonfim Paulista, já começaram e prometem uma melhor mobilidade urbana à cidade

As máquinas já estão trabalhando para abrir um dos últimos trechos ainda sem pavimentação da Avenida Professor João Fiusa, na Zona Sul de Ribeirão Preto. A ação conhecida como “Nova Fiúsa” liberará um trecho que, há cerca de cinco anos, travava o desenvolvimento econômico, habitacional e social da região.

O local terá mais 340 metros de extensão em pista simples, com 9 metros de largura, guias e sarjetas. Com prazo de três meses para serem concluídas, as obras terão equipes modulares de trabalhadores (cerca de 50 pessoas) e investimento de R$ 3,6 milhões.

“Toda a avenida faz parte do Eixo Estruturante do Plano de Mobilidade Urbana de 2012. Seu prolongamento e as novas ligações entre bairro e distrito são fatores fundamentais para que o desenvolvimento da cidade”, afirma Catherine D’Andrea, diretora do Departamento de Urbanização da Secretaria de Planejamento e Gestão Pública de Ribeirão Preto.

De iniciativa privada, os trabalhos envolvem as empresas Monterrey Administração de Imóveis Ltda., Nicodemos Resende Empreendimentos Imobiliários Ltda. e Vila Europa Participações Ltda..

Nova centralidade

Com a Avenida Professor João Fiusa totalmente aberta, será ampliado o corredor de tráfego existente, que vai da Avenida Caramuru à marginal da Rodovia José Fregonezi. Isso também permitirá que o trânsito da rodovia seja dividido.

Segundo o empresário José Alfredo Pedreschi Monteiro, da Pedreschi Construtora, o prolongamento da avenida possibilitará a criação de uma nova centralidade. “Isso reduzirá a movimentação de veículos, já que quem for morar nos futuros empreendimentos da ‘Nova Fiusa’ não necessitará se deslocar por longos e distantes distâncias”.

O trecho que está sendo aberto interligará os 5,4 km já existentes de um lado da Avenida Professor João Fiusa – da avenida Caramuru até o final do Jardim Olhos D’Água – com os 2,1 km do outro lado. Nele, estão localizadas as avenidas Eduardo Lucca Kabariti e Dr. Amaury Elmor Tavares.

A estimativa é que o adensamento populacional naquele ponto gere perto de 5 mil empregos diretos e indiretos ao longo dos próximos 10 anos.

Leia mais: Bild chega ao sexto lançamento no bairro Olhos D’Água
Assista: 
Para cada mundo, um Mundo Zumm

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!