Início Colunas Direito Modelos jurídicos em expansão

Modelos jurídicos em expansão

A partir de novos conceitos do Direito, as profissionais do escritório Franco do Amaral Advogadas explicam como atendimentos especializados e personalizados podem oferecer resultados otimizados aos clientes

Quatro advogadas se uniram para renovar, com diretrizes atualizadas, o escritório Franco do Amaral Advogadas, em Ribeirão Preto. Com um trabalho já reconhecido, elas passaram a adotar um dos modelos em expansão no Direito, conhecido como “boutique jurídica”. À frente do escritório, a advogada Fabiana Franco do Amaral Mari (OAB/SP 272.070) explica o conceito: “Foi nos Estados Unidos, durante a crise financeira de 2008, que ele recebeu maior visibilidade e reconhecimento. Afinal, surgiu a necessidade de um atendimento singularizado, algo que fosse altamente especializado e personalizado. E no qual cada caso recebe a atenção cuidadosa de um dos sócios”.

Seguindo esse modelo, os escritórios de advocacia com proposta de prestação de serviços especializados possuem a preocupação de apresentar, para cada cliente, uma solução especial. Isso, em um ambiente que valoriza a individualidade, de forma a ser uma referência no mercado.

Em consonância com a “boutique jurídica”, o escritório Franco do Amaral Advogadas, que atua nas áreas de direito civil, de família, empresarial, trabalhista e tributário, segue, ainda, a lógica de “prevenir, melhor que remediar”.

Compliance

Para isso, executa o serviço de compliance, definido, no âmbito institucional e corporativo, como um conjunto de disciplinas com o objetivo colocar as pessoas e os processos internos em conformidade com normas legais e regulamentares. De acordo com a sócia Celma Inês Ribeiro (OAB/ SP 259.060), a ideia vai ao encontro do conceito de boutique, uma vez que é planejada para cada cliente, individualmente.

O programa, por sua vez, deve ser voltado às necessidades de cada empresa, já que se trata de um método personalíssimo. Dessa forma, a sócia Bruna Ferrante (OAB/ SP 409.659) especifica: “sua aplicação se inicia com o alinhamento entre as metas almejadas pela administração da empresa e o propósito do programa de compliance, visando ao diagnóstico dos problemas a serem enfrentados”.

Assim sendo, os conceitos de “boutique jurídica” e “compliance” estão diretamente relacionados. “Contar com uma consultoria individualizada e adequada a cada área jurídica ajuda também àquelas pessoas que desejam empreender. Por isso, deve-se garantir a exclusividade aos clientes, atendendo cada necessidade e buscando soluções satisfatórias”, afirma a sócia Anna Azevedo Souza De Assis (OAB/SP 411.294). Também nessa linha, o “escritório boutique” se baseia nas habilidades e sensibilidades mais humanas, com menos processos automatizados, as quais resultam em mais satisfação e maiores conquistas.

Leia mais: Bom Prato passa a servir café da manhã, almoço e jantar por R$2,50
Assista também: Toka Produtora recebe Yolanda de Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!