Início Matérias Cidade Magic Gardens se alia à luta contra a dengue

Magic Gardens se alia à luta contra a dengue

Lúcia Taveira, coordenadora da Vigilância Ambiental em Saúde, fala nesta quinta-feira, 13 de fevereiro, na sede do clube, sobre as responsabilidades e os deveres de cada cidadão no combate ao mosquito da dengue

O Clube Magic Gardens promoverá nesta quinta-feira, 13 de fevereiro, uma palestra educativa sobre a dengue e como combatê-la. A conversa, que começará às 8h30, será comandada por Lúcia Taveira, coordenadora de Vigilância Ambiental em Saúde de Ribeirão Preto. A atividade é aberta à população e tem como objetivo a conscientização dos sobre os riscos da doença, bem como alertar sobre os criadouros do aedes aegypti.

Segundo Alexandre Balbo, CEO do Magic Gardens, a proposta é oferecer mais segurança para a população no entorno do clube, já que o local é bastante arborizado. “Queremos destacar as responsabilidades e os deveres da população para acabar com a doença. Nossa cidade representa, hoje, um dos maiores focos de dengue no estado. Também já demonstra um crescimento gradativo de focos do mosquito e dezenas de internações”.

Casos em Ribeirão Preto

De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, foram confirmados 876 casos de dengue na cidade em janeiro. A região Leste apresenta o maior número de ocorrências até agora, com 311, seguido pela Zona Norte, com 225. A região Sul computou 146, enquanto a área central apresentou 70 e a Zona Oeste, 101. Na comparação com o mesmo período de 2019, houve um aumento de 238,22% nas ocorrências.

Equipes de agentes de combate às endemias têm realizado ações durante o ano todo. Em janeiro de 2020, já foram feitas mais de 40 mil vistorias em imóveis residenciais, comerciais e em pontos estratégicos da cidade, com identificação e eliminação de 3.488 focos do mosquito.

Os arrastões de limpeza do 2º semestre de 2019 recolheram mais de 126 toneladas de criadouros do mosquito. Durante as visitas, foram encontrados e eliminados mais de 2.200 focos do aedes aegypti.

Como colaborar

Atividades simples e que podem ser feitas diariamente ajudam a combater a doença. Entre elas, deixar a caixa d’água bem fechada e limpá-la regularmente, retirar dos quintais objetos que acumulem água, cuidar do lixo mantendo materiais para reciclagem em saco fechado e em local coberto e descartar pneus usados em postos de coleta da Prefeitura fazem uma grande diferença nessa luta.

Leia mais: Inscrições abertas para o projeto EducaJovem
Assista também: Funcionamento e importância do check-up

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!