Início Matérias Cidade Lockdown em Ribeirão Preto: o que pode e o que não pode

Lockdown em Ribeirão Preto: o que pode e o que não pode

Nesta terça-feira, 16, a prefeitura anunciou medidas mais restritivas para conter a Covid-19; Veja como fica o funcionamento da cidade até domingo, 21 de março

Com praticamente todos os hospitais da cidade com UTIs 100% ocupadas, a situação da pandemia em Ribeirão Preto está preocupante e acabou resultando da necessidade do aumento das restrições a fim de evitar a circulação de pessoas e contaminação pela doença.

Anunciadas um dia antes, as novas medidas já estão valendo a partir dessa quarta-feira, 17 de março, durante cinco dias – ou seja, até domingo, 21 de março.

Confira, a seguir, como fica o funcionamento da cidade no período e o que você pode ou não fazer:

Você pode circular nas ruas se:

  • Praticar alguma atividade prevista e permitida pelas novas regras (Confira logo abaixo!);
  • Precisar comprar medicamentos;
  • Necessitar de atendimento médico para pessoas ou animais;
  • Entrar ou sair da cidade por meios de locomoção, ou passando pela rodoviária ou aeroporto;
  • Atendimento de urgência ou necessidades inadiáveis.

ATENÇÃO! Para essa circulação, é necessário comprovar a real necessidade, além de apresentar documento de identificação e comprovação de endereço residencial.

Atividades permitidas:

  • Postos de combustíveis, de segunda-feira a sábado, das 6h às 20h;
  • Transporte de mercadorias entre Ribeirão Preto e outros municípios;
  • Delivery de alimentação (supermercados, padarias, açougues, hortifrúti e companhias de gás e água podem fazer entregas, desde trabalharem com até 30% da equipe);
  • Delivery de restaurantes (com 50% da capacidade dos locais);
  • Serviços de saúde, hospitais e UPA – incluindo vacinação contra a Covid-19;
  • Farmácias;
  • Coleta de lixo;
  • Cemitérios;
  • Táxis e motoristas por aplicativos;
  • Transporte de valores e de combustíveis;
  • Autoatendimento em agências bancárias (com 3 metro de espaçamento entre as pessoas e presença de 10% dos funcionários da agência);
  • Atividades de segurança privada;
  • Atividades industriais cuja paralização acarrete danos à estrutura do estabelecimento, equipamentos, máquinas e insumos, mas com redução do número de funcionários presentes no local.
  • Banco de sangue (funcionará todos os dias, com exceção do domingo, das 7h às 18h. A entidade diz que há riscos de os estoques chegarem a níveis ainda mais críticos).

Atividades proibidas (lockdown total):

  • Todas as atividades comerciais, industriais e de prestação de serviço (inclusive bancárias), tanto para atendimento externo quanto atividades internas.
  • Transporte coletivo de passageiros;
  • Serviços públicos municipais, estaduais e federais (exceto os previstos e permitidos no mesmo decreto).

Leia também: Respiradores fabricados pela USP dão reforço à UTI em Ribeirão Preto

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!