Instituto lança programa para mulheres em situação de vulnerabilidade em Ribeirão

POR Redação 30 de julho de 2021
EDITORIAS QUE PODEM TE INTERESSAR

Em parceria com entidades locais, Instituto Açucena promove o desenvolvimento integral das mulheres para retirá-las da situação de vulnerabilidade

Ribeirão Preto agora conta oficialmente com um programa para ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade. O propósito é a geração de renda por meio de cursos profissionalizantes e o resgate da força e da confiança dessas mulheres para elas atingirem suas potencialidades e transformarem suas vidas.

Chamado PDI – Programa de Desenvolvimento Integral, ele é desenvolvido pelo Instituto Açucena, organização sem fins lucrativos que tem seu trabalho em vários municípios brasileiros. Para isso, o Instituto conta com instituições parceiras, que cadastram e encaminham as mulheres que se encaixam no programa. Em Ribeirão Preto, as entidades são: Obreiros do Bem, Casa das Mangueiras e Associação Pró-Esporte e Cultura (APEC).

De acordo com Marina Borges, assistente social da Associação Pró-Esporte e Cultura, “é um verdadeiro serviço social em que essas mulheres vão poder ser donas das rédeas da própria vida. Vai ser um caminho transformador para cada uma delas”.

Lançamento do programa foi feito online | Imagem: Divulgação
Lançamento do programa foi feito online | Imagem: Divulgação

O fim da vulnerabilidade

O primeiro pilar do PDI é a promoção da segurança alimentar da família da mulher. Com a garantia de uma cesta básica mensal, ela poderá se concentrar e se dedicar aprender novas habilidades.

A segunda fase é trabalhar o autoconhecimento e a autoestima delas, mostrando o quanto são capazes. Nesse estágio, são trabalhadas questões motivacionais, amarras ideológicas e crenças limitantes.

O terceiro pilar é a inspiração. O objetivo é compartilhar histórias com outras mulheres que também passaram por situações desafiadoras e conseguiram crescer, provando que é possível se tornar protagonista da própria história.

A quarta fase é o curso profissionalizante em si. São oficinas e workshops de capacitação em diversas áreas: saboaria, velas, artesanato, gastronomia e produtos de beleza e higiene sustentáveis, como desodorantes, pó dental, shampoo e condicionador.

Por último, as mulheres recebem aulas de empreendedorismo, nas quais aprender a vender, terão noções de marketing e de administração. O Instituto também oferecerá mentoria e consultoria nessas áreas.

“Pesquisas mostram que, de cada 100 mulheres assistidas por instituições que dão suporte profissionalizante, apenas uma transforma realmente sua vida. É um percentual muito pequeno. Por isso criamos uma metodologia de desenvolvimento integrado. Com mais consistência e pensando de forma integral, elas têm uma base sólida para se desenvolverem”, explica Caito Fortes Guimarães, diretor-executivo do Instituto Açucena.

Leia também: Exposição de fotos junta arte e ação solidária em tour 3D

TAGS
PUBLICIDADE
COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MATÉRIAS QUE VOCÊ PODE GOSTAR
PUBLICIDADE
COMPARTILHE