Início Matérias Educação Flexibilidade curricular é chave para inclusão na educação infantil

Flexibilidade curricular é chave para inclusão na educação infantil

Entender as diferentes características dos alunos é um dos princípios do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA), cuja proposta é debatida em novo livro digital

Como é possível desenvolver um ensino direcionado a todas as crianças de uma classe de educação infantil, levando em conta as características de cada criança? É o que pretende responder o livro digital Desenho universal para a aprendizagem e ensino inclusivo na educação infantil, lançado recentemente pela professora Andréia Schmidt e pelas pesquisadoras Ana Carolina Arruda Miranda e Claudia Daiane Batista Bettio, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP).

Conhecido como DUA, o Desenho Universal para a Aprendizagem surgiu a partir da arquitetura, criando espaços físicos e ferramentas que poderiam ser utilizados por todas as pessoas. Mas também tem sido estudado e aplicado a diversos contextos educacionais ao redor do mundo.

Tendo como objetivo a remoção de barreiras na educação infantil, a flexibilidade dos currículos escolares é um de seus princípios fundamentais. Dessa forma, além de diferenças culturais ou socioeconômicas, Andréia diz ser preciso reconhecer que diferenças sutis “fazem de cada aluno uma pessoa única”. Isso, segundo a professora, significa respeitar as diferentes formas de aprender das crianças.

E como as diferenças são a regra (e não a exceção), a escola precisa ser flexível e reconhecer que “currículos e práticas de ensino engessados são uma barreira à aprendizagem de todos os alunos”. Nesse sentido, parte do princípio de que “currículos que são flexíveis na sua origem beneficiam todos os estudantes, e não apenas aqueles que apresentam algum tipo de deficiência ou altas habilidades”.

Livro digital

Livro apresenta estratégias para inclusão de todos os alunos | Foto: Reprodução/FFCLRP
Livro apresenta estratégias para inclusão de todos os alunos | Foto: Reprodução/FFCLRP

A ideia do livro das pesquisadoras da USP Ribeirão Preto é discutir os princípios do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA) e a sua aplicação no ambiente da educação infantil.

“Em nossas pesquisas sobre como a escola pode favorecer o desenvolvimento da linguagem de crianças pré-escolares observamos que, muitas vezes, os professores se sentiam muito angustiados com a dificuldade em lidar com a heterogeneidade natural das classes”, conta Andréia. E essa dificuldade, de acordo com a professora, era resultado, muitas vezes, da falta de flexibilidade do currículo escolar.

Por isso, o livro é voltado para professores e busca analisar como os princípios do DUA podem ser aplicados em situações cotidianas da sala de aula. Ele possui 112 páginas e está disponível gratuitamente no Portal de Livros Abertos da USP (clique aqui).

Confira também: Ateliê estimula habilidades das crianças no contraturno escolar

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!