Início Matérias Gourmet Feito em casa ou delivery: como não errar no cardápio de Páscoa

Feito em casa ou delivery: como não errar no cardápio de Páscoa

Conversamos com especialistas em receitas saborosas para que você garanta o sucesso à mesa nas refeições da Sexta-feira Santa e da Páscoa. Confira!

Estamos chegando em datas importantes no calendário brasileiro e que, provavelmente, ganharam ainda mais significado este ano – já que representam a esperança e a fé que tanto precisamos. E seja a Sexta-feira Santa ou o domingo de Páscoa, ambos pedem um cardápio especial, não é mesmo?! Pode ser preparado em casa ou chegar por delivery. Não importa, contanto que seja gostoso!

Se você é do tipo que gosta de preparar, provavelmente já está pensando no Bacalhau, que se tornou tradição no Brasil nessa época, devido à quaresma e à promessa de não consumir carne vermelha.

Você sabia que essa tradição chegou ao Brasil em 1808?! Veio junto com a família real portuguesa, como lembra Marco Tegano, sommelier e consultor do Emporium Fiúsa. Porém, contrário ao que muitos pensam, Bacalhau não é um peixe, mas sim um processo.

“Inclusive o nome Bacalhau vem do latim baccalaureus, que tem como significado o processo de secar alguns tipos de peixes. Essa cultura é milenar. Existem registros desse processamento na Islândia e na Noruega datados do século IX”, conta. Mas, apesar do pioneirismo dos escandinavos, foram os portugueses que o tornaram popular.

bacalhau
Bacalhau é um clássico dessa época | Foto: Divulgação/reprodução

Sendo assim, mais de um tipo de peixe pode “se tornar” Bacalhau. Mas, segundo Tegano, o tipo mais nobre e saboroso é o da variedade Gadus Morhua. Pescado no Atlântico Norte e com os melhores exemplares vindos da Noruega, é ele o “legítimo Bacalhau”.

“Uma dica importante para a elaboração dessa receita é jamais retirar a pele e as espinhas do peixe. Perto da espinha se encontra o colágeno, que dá mais sabor; e a pele ‘protege’ do calor e confere maior suculência”, revela o consultor.

Ingredientes certos

Mais uma dica importante para o preparo do Bacalhau é a escolha certa do azeite de oliva, que também tem origem milenar. Além de ótimo aliado para a saúde, ele é indispensável na elaboração de várias receitas, já que concede sabor ao prato e o mantém úmido.

De acordo com Marco Tegano, esse ingrediente pode ser utilizado tanto na preparação da receita quando na finalização, quando já servida à mesa.

O azeite é um ingrediente essencial | Foto: Divulgação

“Dê preferência pelo azeite extra virgem, por ter mais qualidade. Seus aromas e, principalmente, sabor vão se integrar ao do Bacalhau”, aconselha o consultor, que enfatiza a importância de escolher uma marca que seja reconhecida. Nesse sentido, ele recomenda o Azeite de Oliva Extra Virgem Herdade do Esporão, sucesso do portfólio do Emporium Fiúsa.

Outro ingrediente muito associado ao Bacalhau são as azeitonas. Mas qual escolher: a verde ou a preta? Para decidir, é importante entender a diferença entre elas.

“As azeitonas verdes são colhidas antes de amadurecerem e passam mais tempo na salmoura. Assim, são mais firmes e com mais sal. Já as pretas são mais maciais e menos salgadas. Até por isso são mais indicadas para a elaboração do Bacalhau. Contudo, não é qualquer azeitona preta recomendada. A dica aqui é a variedade portuguesa, por seu sabor e, principalmente, por não manchar o peixe com a sua cor”, adverte o sommelier, que aconselha melhorar a experiência gastronômica com um bom vinho.

Pizza na Páscoa?

E por que não? Não é raro, por puro costume, ficarmos presos a cardápios considerados clássicos a determinadas datas. Mas o fato é que não existe nada que impeça a escolha de sabores que mais lhe agradem para celebrar esses momentos.

No caso da Páscoa, mesmo diante de algumas limitações devido ao caráter religioso – como o não-consumo de carne vermelha –, não faltam opções, inclusive que podem favorecer aqueles que já não comem carne normalmente e ainda são servidas na forma de uma receita que todos gostam.

Pizzas vegetarianas da Famosa Pizza | Foto: Divulgação

Quer um exemplo? Pizzas que respeitam as tradições da data, preparadas com vegetais frescos e com o importante azeite extra virgem (do qual já falamos!). Sabores como alho-poró, Shimeji negro, brócolis, berinjela, aspargos, rúcula, palmito e abobrinha italiana são algumas das alternativas saborosas oferecidas pela Famosa Pizza, em Ribeirão Preto.

“Feitas com carinho e cheias de segredos, nossas massas são de longa maturação ou low carb (preparadas à base de couve-flor ou brócolis). Outras opções amigáveis à Páscoa são coberturas como atum com cebolas ou com tomates”, destaca Maria Luiza Marques, dona da pizzaria.

Para pedir qualquer sabor, basta acessar o site delivery.famosapizza.com.br ou ligar no telefone (16) 3911.8888

Páscoa com sabor e fé

Paulo Marques Netto, que administra a Famosa Pizza ao lado da esposa, chama atenção para o significado da Páscoa, ainda mais forte ao momento em que estamos vivendo.

Como vai ser seu almoço de Páscoa? | Foto: Reprodução/Divulgação

“A palavra Páscoa deriva do hebraico pesah, para qual há alguns significados, mas o que se destaca agora é passagem. A humanidade vive esse rito da passagem de forma impactante. Inclusive, não sabemos, com certeza, como será nossa celebração de Páscoa; é provável que estaremos restritos em nossas casas. Entendemos ser importante respeitar todos os protocolos definidos e ficarmos unidos nessa passagem. Se nosso restaurante está com as portas fechadas, estamos firmes com nosso delivery, atendendo sempre com o jeito Famosa. Tudo passa!”, ressalta, esperançoso.

Leia também: Vai servir peixe no almoço ou no jantar? Saiba harmonizar com vinho
Assista: Beleza tem padrão?

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!