Início Matérias Gourmet Em tempos de coronavírus, delivery é saída para mercado gastronômico

Em tempos de coronavírus, delivery é saída para mercado gastronômico

Restaurantes, bares, padarias, entre outros estabelecimentos gastronômicos, apostam na reformulação do delivery, investindo em novas estratégias e intensificando a higienização

As notícias mostrando prateleiras de supermercados vazias e pessoas estocando alimentos em casa devido à pandemia da Covid-19 não param de surgir. No entanto, por diversas vezes, os governos afirmaram não haver essa necessidade, já que supermercados e restaurantes não devem deixar de fornecer alimentos à população.

Para evitar aglomerações (o que facilita a disseminação do coronavírus), alguns supermercados estão limitando o número de clientes e os restaurantes passaram a investir fortemente no delivery, em especial porque foram obrigados a fechar suas portas temporariamente. Outra mudança diante das novas exigências foi a reestruturação dos cuidados na manipulação e na entrega dos alimentos.

Mudança de cenário

Desde fevereiro, quando os casos de Covid-19 começaram a aparecer no Brasil, a ACN Nutrição, empresa especializada em nutrição alimentar, passou a reforçar a capacitação de sua equipe. Assim, todos os manipuladores de alimentos e atendentes receberam novos treinamentos quanto às práticas adequadas de higiene pessoal e do ambiente. “Foi disponibilizado para todos uma cartilha com orientações de processos e procedimentos. Eles devem ser implantados sem falhas com o objetivo de evitar a transmissão [do vírus]”, explica Aline Lana, uma das sócias e nutricionista da ACN.

Ela conta que também estão sendo produzidos, diariamente, materiais de orientação para clientes e consumidores, com importante papel na redução do número de novos casos da doença. Além disso, um canal de comunicação rápida foi estabelecido por meio de aplicativos de celular, disponibilizando informações de qualidade e esclarecimentos de dúvidas.

Precauções ao receber o delivery

Atendendo centenas de estabelecimentos de alimentação em Ribeirão Preto e região, como bares, restaurantes, pizzarias, padarias, cafeterias e hotéis, a ACN Nutrição está focando suas energias no delivery, a fim de dar ao consumidor a chance de comer algo diferente mesmo nesse período de restrição social. “Dê preferência a locais com boa reputação, que possuem acompanhamento de profissionais da área de nutrição e que você já conhece e pode verificar padrões adequados de higiene”, indica Aline.

A nutricionista ainda alerta que, sempre que possível, deve-se realizar o pagamento online das compras para evitar contato com cédulas ou máquinas de cartão. “Ao receber o seu pedido, verifique se a embalagem está lacrada, independentemente do tipo de lacre utilizado, e se os utensílios, como talheres ou guardanapos, embalados individualmente”.

Reinventar é a saída

Diante de todo esse cenário de caos instalado pelo coronavírus, existe ainda a incerteza de como o comércio gastronômico (e todo o mercado) reagirá nos próximos meses. De acordo com Aline, não há como prever o futuro, no entanto, o momento de crise pode ser uma grande oportunidade para a implementação de novos modelos de negócios, como o próprio sistema delivery, e de interações com os consumidors via aplicativos. “Boas empresas sempre saem mais fortalecidas da crise, pois aproveitam o momento para reforçar a capacitação dos seus colaboradores e se reinventar”, destaca a nutricionista da ACN Nutrição.

Pizza e salada no almoço e pelo delivery

Se, para você, é mais comum pensar em pedir aquela pizza deliciosa à noite, com a mudança no cenário, por que não repensar esse padrão? Que tal ter essa opção também no almoço? Foi pensando nisso e prevendo o baque que o vírus provocaria no segmento que, há quase um mês, José Paulo Netto, empresário e proprietário da Famosa Pizza (uma das pizzarias mais renomadas de Ribeirão Preto), teve a ideia de desenvolver o delivery on-line “Famosa Onze&Meia”. “Lançaremos na semana que vem! Os pedidos poderão ser realizados das 11h30 às 14h apenas pelo site delivery.famosapizza.com.br“.

A Famosa Pizza aposta no delivery no horário de almoço. Das 11h30 às 14h, os pedidos poderão ser feitos pelo delivery.famosapizza.com.br (Crédito: Divulgação)

Assim como no delivery disponível à noite, os entregadores da Famosa Pizza seguirão procedimentos ainda mais rigorosos de higiene. “Eles passam álcool em gel nas mãos e no guidão das motos todas as vezes que retiram um pedido. Saem para as entregas usando máscaras e, chegando ao local, utilizam uma sacolinha plástica para cobrir a maquininha de cartão, que foi esterilizada. Assim que o pagamento é efetuado, essa sacolinha é trocada para o próximo destino”, explica o proprietário.

O isolamento social também está assustando pessoas em todo o país e são empresas como a Famosa Pizza que fazem a diferença nesses dias de caos pelos quais estamos passando. “Pensamos em oferecer opções de pizzas e saladas também no almoço até para aqueles que estão fazendo home office e com vontade de comer algo gostoso, prático e nutritivo. No delivery ‘Famosa Onze&Meia’, teremos cinco opções de pizzas no tamanho individual, com sabores que podem levar desde proteínas até vegetais, assim como quatro opções de saladas que são uma verdadeira refeição. Ainda disponibilizamos alguns sabores de sucos e refrigerantes”, destaca Paulo Netto.

Voltando às origens

Há 20 dias, Gabriel Nogueira, chef e proprietário do restaurante O Pastifício, sentiu uma queda considerável no movimento da casa. “Bateu com a época do coronavírus chegando ao Brasil”, lembra.

O empresário, então, rapidamente, começou a reestruturar seu esquema de vendas. “O Pastifício nasceu comercializando comidas congeladas que seguem receitas italianas. Inclusive, utilizando produtos importados para que os sabores sejam os mais fiéis possíveis. Com o passar dos anos, fomos crescendo e sentimos a necessidade de também nos tornarmos restaurante”.

Os congelados oferecidos pelo delivery do O Pastifício são feitos com ingredientes importados para garantir todo o sabor das receitas da Nona Crédito: Zoro Seixas

Mas com exigência de isolamento social e fechamento do comércio, o chef percebeu que investir de forma 100% no delivery seria a melhor saída neste momento. “Voltamos às nossas origens e, por enquanto, O Pastifício está trabalhando apenas com congelados, que são extremamente deliciosos!”

Os pratos mencionados por Gabriel são opções práticas e que podem ficar por um bom tempo no congelador (média de très meses), evitando ainda que os clientes sujem a cozinha ou errem no tempero. “Agora é hora de sermos positivos e buscarmos nos reinventar!”, acredita o empresário.

Os pedidos no delivery do O Pastifício podem ser feitos pelo iFood, pelos telefones (16) 3013.2378 e (16) 9 9227.1860 (WhatsApp) e pelo site opastificio.com.

Leia mais: Quarentena: como otimizar o tempo entre filhos, home office e estudos
Veja também: Saiba mais sobre a extensão de cílios

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!