Início Zummcast Viagens Home office leva profissionais de volta à cidade natal na quarentena

Home office leva profissionais de volta à cidade natal na quarentena

Milhares de brasileiros optaram por retornar à cidade natal para poderem realizar suas tarefas do trabalho de forma mais segura

Trabalhar home office já era comum, embora não praticado por todos, na empresa Bom Pra Crédito, na qual Selena Eduarda Wolf é business development há um ano. “Mas para evitarmos andar de transporte público e fazer parte de aglomerações, devido ao coronavírus, essa opção se tornou necessária para toda a equipe. Nossa sede fica na Vila Olímpia, em São Paulo, muito próxima de empresas que tiveram os primeiros casos, como a XP Investimentos”, relata a relações públicas.

Já imaginando que o isolamento social pelo qual o Brasil está passando pudesse durar mais que o tempo previsto, o que poderia impossibilitá-la de visitar seus familiares nesse período, Selena preferiu voltar para a casa dos pais em Indaiatuba, sua cidade natal. “Além disso, na capital, moro em um apartamento com outros amigos. Aqui em Indaiatuba, tenho quintal, ou seja, um pouco mais de espaço para passar por tudo isso”.

Adaptação ao mercado e a novas estruturas

Selena optou por voltar ao interior de São Paulo, na casa dos pais, para realizar o home office durante o período de crise | Crédito: Arquivo Pessoal

Quem está passando pela mesma situação de Selena sabe que, muitas vezes, trabalhar no esquema home office, ou seja, em um ambiente não-empresarial, pode ser uma tarefa difícil. “Eu já usava o notebook da empresa e tenho internet na casa dos meus pais. Mas a Bom Pra Crédito disponibilizou modens portáteis e novos notebooks para quem não tinha. Às vezes, minha internet cai. No entanto, estou me adaptando”.

Para a relações públicas, o mais complicado nesse momento está sendo a dinâmica do mercado em meio à pandemia. “Temos reuniões de alinhamento duas vezes por dia e converso constantemente com a minha equipe”, revela.

A fim de manter o equilíbrio emocional, a profissional tenta levar uma rotina próxima a de antes. Afinal, não existe ainda uma data para que todo esse caos diminua ou se encerre. “Estou tomando muita água e tentando manter minha rotina, me alimentando em horários fixos, fazendo exercícios físicos, meditando e me reunindo com meus amigos por Hangout”, relata Selena.

Foco na rotina, mesmo com as mudanças

Antes de iniciar o home office em Brodowski (São Paulo), sua cidade natal, Daniel Guidetti Chula estipulou um passo a passo, começando o dia, por exemplo, com as tarefas complexas. “Encontrei essa dica no livro ‘Rotinas Criativas’, cujo autor, Alexandre Teixeira, afirma que o nosso cérebro é como um músculo e, quanto mais treina, mais fica fadigado. Então, o conselho é fazer as atividades que exigirão níveis de intelectualidade e, até mesmo, físicos maiores no período da manhã, quando nosso cérebro está mais descansado”, explica o coordenador de membership na Amcham, que, antes da chegada do coronavírus, se deslocava todos os dias até Ribeirão Preto.

Em sua casa em Brodowski (SP) Daniel criou um ambiente propício para o home office, evitando interferências típicas da convivência em família | Crédito: Arquivo pessoal

Como ele e seus colegas receberam total apoio da empresa, no sentido de estrutura para realizar as tarefas a distância, Daniel avalia que, até o momento, o rendimento do home office foi como se todos estivessem na empresa, trabalhando normalmente. “Aliás, essa é uma metodologia [home office] que, mesmo antes da crise, já vinha sendo adotada. Ainda existem empresas que têm um preconceito com ela. Porém, acredito que a nova geração tenha muito esse perfil, por valorizar mais a qualidade de vida que ter o trabalho como foco principal. Acho que nesse cenário, a Covid-19 está nos trazendo uma grande lição”.

Para não se distrair e render menos ao longo do dia de trabalho, o coordenador criou um ambiente à parte dentro de sua casa. “Dessa forma, evito conversas supérfluas com os familiares e tenho privacidade para desenvolver minhas tarefas. Inclusive, para me conectar com a minha equipe em reuniões online, realizadas às 9h e às 16h, todos os dias”, ressalta Daniel

Por falar nisso, quer ter um home office produtivo e saudável? Confira quatro dicas da Novo Ambiente, loja especialista em mobiliário corporativo:

1. Prepare um ambiente de trabalho confortável

O primeiro passo para um home office bem-sucedido é organizar a casa e o ambiente de trabalho. Bagunça e tarefas domésticas pendentes podem causar ansiedade e interrupções indesejadas durante o expediente.

Escolha um local de preferência silencioso, tranquilo, bem iluminado e ventilado. Deixe também tudo que precisar à mão. Não se esqueça de escolher uma boa cadeira ergonômica para manter a postura adequada.

2. Planejamento

Uma vez organizado o ambiente do home office, faça o planejamento e defina a lista de prioridades nas atividades do dia. Assim, será possível saber por onde começar e terminar, sem deixar nada urgente para trás.

3. Cuide-se física e mentalmente

Apesar do conforto de estar em casa, estimular o corpo e a mente para encarar um dia de trabalho é fundamental. É preciso criar ou manter a rotina de se alongar, hidratar e fazer pequenas pausas para ir ao banheiro e descansar a vista.

Não diminua e não atrase a pausa do almoço, que é fundamental para recarregar as energias e diminuir a ansiedade. Não que seja uma regra, mas é intuitivo: tirar o pijama e vestir roupas confortáveis ajudará o cérebro a reconhecer a importância do que está sendo feito.

4. Mantenha-se em equipe

Uma das queixas mais frequentes do trabalho home office, especialmente na situação atual, é a diminuição radical de contato com os colegas para trocar ideias sobre o trabalho e a vida. Diante da impossibilidade de contatos presenciais, mantenha-se ativamente em contato com os colegas por meio das ferramentas digitais.F aça videochamadas e organize as tarefas coletivas e individuais por meio de plataformas, como Trello e Asana.

Leia mais: Limpeza doméstica é essencial no combate às doenças
Veja também: A importância de exercícios físicos para pessoas com problemas cardíacos e/ou pulmonares

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!