Início Matérias Tecnologia Caí em um golpe digital! E agora?

Caí em um golpe digital! E agora?

Saiba o passo a passo do que fazer se você se tornou mais uma das vítimas de um golpe digital; quem dá as dicas é a Polícia Civil do estado de São Paulo

Não precisa nem que um crime tenha sido cometido para um fato ser verdade: viramos reféns do mundo digital. Diariamente, liberamos – conscientes ou não – nossos dados pessoais, cheios de informações sobre nossas vidas, para diferentes empresas e plataformas, que os armazenam, normalmente prometendo que eles não serão divulgados.

Mas está aí uma promessa que raramente vem sendo cumprida. Só nas primeiras semanas de 2021, pelo menos três grandes vazamentos de dados foram noticiados – em apenas um deles, mais de 200 milhões de pessoas tiveram informações pessoais vazadas na dark web (termo que designa sites online que buscam lucro vendendo os dados).

Diante desse cenário, relatos de golpe digital aparecem também mais e mais. Considere-se um sortudo se você nunca foi uma das vítimas! Contudo, se você já sentiu na pele o problema, o que fazer? Agora que o leite já foi derramado, como agir caso tenha caído em um golpe?

Golpe digital: perguntas e respostas

Diante da “normalidade” com que os delitos praticados por meios eletrônicos passaram a ocorrer, a Polícia Civil do estado de São Paulo preparou um documento com as principais informações sobre o tema.

Nele, são explicados como ocorrem os golpes digitais, o que fazer para evitá-los e como proceder se você foi uma vítima.

A seguir, veja o passo a passo do que fazer caso um desses delitos tenha sido praticado contra você:

Clonagem de WhatsApp

1. Envie um e-mail para support@whatsapp.com com o assunto “Conta hackeada – desativação de conta”. Relate o ocorrido e siga as instruções do provedor.

2. Em posse das informações fornecidas, procure a delegacia mais próxima de sua casa ou registre um boletim de ocorrência eletrônico por meio do site da delegacia eletrônica (clique aqui). Na home do site, acesse a opção “Outros crimes”;

3. Peça para amigos e familiares excluírem o telefone clonado de grupos e alertarem o máximo de contatos em comum sobre o ocorrido.

Caso você tenha pagado algum valor pelo WhatsApp:

1. Entre em contato com o seu banco e tente bloquear o valor;

2. Providencie cópias digitais (prints) das conversas realizadas com o golpista, bem como do comprovante de pagamento;

3. Em posse dessas informações, procure uma delegacia para o registro do boletim de ocorrência.

Phishing

Acontece quando o criminoso envia links, e-mails e SMS com mensagens que, na maioria das vezes, exploram emoções (curiosidade, oportunidade única, medo, etc), fazendo com que a vítima clique em links e anexos que subtraem dados pessoais ou induzem a realizar cadastros ou fornecer informações. Se isso aconteceu:

golpe digital crime financeiro | Imagem: Divulgação

1. Entre em contato com o banco e tente bloquear o valor;

2. Tire cópia do comprovante de pagamento ou documentos relacionados;

3. Com as informações em mãos, vá à delegacia mais próxima de sua casa ou registre um boletim de ocorrência eletrônico por meio do site da delegacia eletrônica (clique aqui). Na home do site, acesse a opção “Outros crimes”.

Crimes contra a honra

Na concepção mais comum, honra é entendida como um conjunto de atributos morais, intelectuais e físicos de uma pessoa, sendo eles protegidos pelo Direito Penal por meio da caracterização de três crimes:

  • Calúnia: quando uma pessoa acusa falsamente outra de um crime;
  • Difamação: quando alguém suja a imagem ou a reputação de outra pessoa, divulgando algum fato ofensivo;
  • Injúria: nesse caso, alguém é ofendido com a atribuição de qualidades e atributos negativos.

Embora seja um golpe digital entre os mais recorrentes, é também um dos mais antigos. Se algum desses foi praticado contra você:

1. Se a conversa ocorreu em rede social, salve o nome do perfil e o link completo do perfil;

2. Em posse do máximo de informações que conseguir obter, procure a delegacia mais próxima de sua casa ou registre um boletim de ocorrência eletrônico por meio do site da delegacia eletrônica (clique aqui). Na home do site, acesse a opção “Outros crimes”.

3. O Código Civil assegura a reparação dos danos morais e físicos sofridos e oriundos do crime. Portanto, busque um advogado para ingressar com ação civil pertinente.

Ransomware (sequestro de dados)

O ransomware é um vírus que “tranca” os seus dados e/ou suas plataformas digitais até que você pague um resgate (um valor) para que eles sejam liberados. Nesse caso:

1. Não apague os e-mails e/ou mensagens recebidas do criminoso;

2. Se houver conversa com o criminoso via rede social, salve o nome do perfil e o link completo;

3. Em caso de contato por telefone, faça uma relação com todos os números utilizados pelo criminoso, contendo data e horário das conversas;

Página da delegacia eletrônica | Imagem: Divulgação
Página da delegacia eletrônica | Imagem: Divulgação

4. Anote os dados de eventuais contas bancárias, inclusive carteiras eletrônicas de bitcoins;

5. Levando essas informações, vá à delegacia mais próxima de sua casa ou registre um boletim de ocorrência eletrônico por meio do site da delegacia eletrônica (clique aqui). Na home do site, acesse a opção “Outros crimes”.

Sextorsão

Isso acontece quando é feita uma ameaça de se divulgar imagens ou vídeos íntimos para forçar alguém a fazer algo, seja por vingança, humilhação ou para obter vantagem financeira.

1. Não apague as conversas mantidas com o criminoso;

2. Se a conversa ocorreu em rede social, salve o nome do perfil e o link completo do perfil;

3. Em caso de contato por telefone, faça uma relação todos os números de telefone utilizados pelo criminoso, contendo data e horário das conversas;

4. Anote os dados de eventuais contas bancárias, inclusive carteiras eletrônicas de bitcoins

5. Levando essas informações, vá à delegacia mais próxima de sua casa ou registre um boletim de ocorrência eletrônico por meio do site da delegacia eletrônica (clique aqui). Na home do site, acesse a opção “Outros crimes”.

Leia mais: Vazamento de dados: interessa mesmo de quem é a culpa?
Fique por dentro: Slow content: mais qualidade e menos quantidade no conteúdo digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!