Início Matérias Mercado Imobiliário Bild anuncia empreendimento com tecnologia de construção a seco

Bild anuncia empreendimento com tecnologia de construção a seco

Modelo, que aumenta a eficiência da obra, é adotado pela construtora Bild Desenvolvimento Imobiliário. Nesse tipo de construção, a obra deixa de aplicar cerca de 7 mil toneladas de materiais, o que a torna mais sustentável.

A Bild Desenvolvimento Imobiliário, construtora com 14 anos de atuação e presença em cidades dos Estados de São Paulo e Minas Gerais, anuncia a adoção de tecnologia de construção a seco, uma maneira de construir de forma diferenciada, unindo industrialização e sustentabilidade.

A técnica será implementada na obra do empreendimento Neori, o 24º da construtora e o 4º a ser lançado no bairro Quinta da Primavera, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Em estudo há dois anos pela empresa, este novo formato de construir correlaciona as atividades e gerenciamento junto aos fornecedores. Também chamado de construção a seco ou construção 3.0, o método aumenta a eficiência da obra, diminui o tempo de execução e é mais sustentável. “O empreendimento passa a ser construído 30% mais rápido”, explica o engenheiro Dennys Gomez, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Bild Desenvolvimento Imobiliário.

Segundo ele, as vantagens para os futuros moradores são significativas. “As unidades serão entregues com forro de gesso em todo o apartamento e box com pastilhas cerâmicas e piso laminado. Além do conforto, este padrão de construção oferece melhor desempenho acústico”, destaca.

Como funciona

Trata-se de uma construção industrializada composta por etapas: na primeira é executado o chassi do edifício – que inclui o conjunto estrutural, vedações das áreas comuns e preparo para a finalização da fachada. A partir daí, a construção passa a contar com equipes multidisciplinares que conectam os materiais pré-fabricados ao apartamento, divididas em 14 etapas. “Isso nos proporciona maior rapidez, pois parte da construção é feita na indústria e chega pré-pronta à obra”, explica o engenheiro.

De acordo com Dennyz Gomez, a construção a seco tem vários benefícios, entre elas, o acompanhamento direto da indústria e o aumento do controle de desperdício “Em um empreendimento de 27 pavimentos, feito neste modelo construtivo, deixaremos de emitir 433 mil kg de CO² na atmosfera, graças à sua logística que evita o transporte de 222 viagens de carretas de 33 toneladas cada, comparada à uma construção tradicional”.  Nesse tipo de construção, a obra deixa de aplicar cerca de 7 mil toneladas de materiais.

Leia mais: Bild entrega 2º edifício no Quinta da Primavera com B-Market

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!