Início Colunas Qualidade de Vida Aparelho hi-tech para perda auditiva de jovens

Aparelho hi-tech para perda auditiva de jovens

Quando o tema é dispositivos eletrônicos, o que vem a nossa cabeça?

Sem dúvida, a maioria, automaticamente, tem fácil na memória a “geração smart”: smarTV, smartphone, smartwatch… Por outro lado, quando se fala em aparelho auditivo e perda auditiva, a imagem que vem à cabeça é de uma pessoa idosa com um aparelho enorme, que, por conta do envelhecimento, já não escuta tão bem e utiliza o acessório para poder ouvir melhor.

A indústria de aparelhos auditivos, sabendo da quantidade de jovens e adultos que sofrem com a perda auditiva inicial e do estigma que se apresenta diante dos aparelhos auditivos antigos, inovou e fundiu, em um único produto, design e tecnologia.

O Styletto é um aparelho auditivo com um design elegante e discreto, que possui acabamento em metal (bem próximo ao do iPhone), com uma verdadeira central multimídia pessoal, já que reproduz qualquer tipo de som (chamadas telefônicas, áudios dos aplicativos de mensagens e vídeos on-line).

Outro atrativo é a praticidade e a facilidade em recarregar as baterias, no qual o estojo é um carregador compacto dos aparelhos, que funciona como um powerbank com autonomia de quatro dias.

O usuário do Styletto tem vantagem, até mesmo, de quem não tem perda auditiva, pois o software do dispositivo é capaz de filtrar o ruído do ambiente e priorizar só a voz de quem fala à sua frente, recurso ideal para aquela conversa em uma festa em que ninguém se entende, devido ao barulho alto.

A surdez parcial, mesmo que praticamente imperceptível, pode não incomodar em princípio e tampouco levantar suspeitas de que há algo errado nos ouvidos. No entanto, ela age silenciosamente, prejudicando o funcionamento do cérebro. Isso pode facilitar o surgimento de demências ou do Mal de Alzheimer mais precocemente, além de aumentar o risco de quedas, da perda de equilíbrio, provocar tonturas, isolamento social e depressão.

Para o jovem, o Styletto atrai por parecer um fone de ouvido ultratecnológico. Para a saúde auditiva, é a garantia de que o déficit será corrigido e os ouvidos e o cérebro estarão protegidos da evolução da surdez e do surgimento de complicações. Para mais informações, entre em contato com a Sonido.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Flávia-Araújo-Santos_Coluna-Qualidade-de-Vida.png

Flávia Araújo Santos
Fonoaudióloga (CRFª 2 – 11.140)
no Centro Auditivo Sonido

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!