Marina Ruy Barbosa em foto para campanha da coleção "Special" | Crédito: Fernando Tomaz

Ale Brito traz estética rock’n’roll à etiqueta de Marina Ruy Barbosa

POR Mariana Campos 5 de agosto de 2022
EDITORIAS QUE PODEM TE INTERESSAR

Com uma pegada anos 90, o estilista que passou os últimos três anos morando em Londres assina sua primeira coleção para a Ginger, marca na qual assumiu o posto de diretor criativo

Em julho de 2020, nascia uma nova marca nacional: a Shop Ginger. O case de sucesso que começou de forma online, agora celebra a parceria com a chegada de seu novo diretor criativo Ale Brito, destaque de sua geração e que tem um forte trabalho voltado ao o estilo urbano.

Formado pela Central Saint Martins School of Arts & Design em Londres, Brito tem passagem por marcas importantes como o ateliê Alexander McQueen. Em entrevista ao Mundo Zumm, Marina conta como aconteceu esse encontro fashion e o lançamento da coleção “Special”.

Mariana Campos:Como surgiu o convite para o Ale ser diretor da Ginger?

Mariana Ruy Barbosa: O Ale é um dos grandes talentos da moda nacional e eu já conhecia o seu trabalho há alguns anos. A volta dele para o Brasil foi um grande encontro para nós – acabamos nos conhecendo pessoalmente e tivemos muitas conversas sobre as dores e delicias do mundo da moda. Tenho um imenso respeito pelo trabalho dele e por tudo o que ele construiu. As nossas visões e ideias se encontraram e isso culminou na vontade de trabalharmos juntos. Tudo começou daí, de um papo de colegas do mercado, e floresceu para algo lindo!

Crédito: Fernando Tomaz

M.C: Como ele se inspirou para a criação da nova coleção?

M.R.B: “Special”, assim como as nossas outras coleções, sempre é pautada pelo mundo das artes. Dessa vez, temos a arquitetura como protagonismo e buscamos por peças que tivessem muito cuidado com as proporções e a forma. Quisemos trazer silhuetas novas, o que é um exercício criativo super interessante. Foi a primeira vez que eu e o Ale trabalhamos juntos e a experiência foi leve e de muita troca. Só confirmou o acerto dessa escolha

M.C: Como é retornar ao Brasil depois de trabalhar com nomes internacionais?

M.R.B: Não posso responder por ele, mas acredito que moda é moda em qualquer lugar do mundo. O Brasil é um país com um potencial criativo enorme e com elementos de moda muito interessantes e próprios. Trabalhar com marcas internacionais é incrível, mas exercer a profissão no nosso país também é maravilhoso. Sei que o Ale sempre foi muito atento ao que acontecia aqui, nas marcas que estavam em ascensão. Foi nessa “pesquisa” que acabou descobrindo a Ginger. Sorte a nossa!

Crédito: Fernando Tomaz
Ale Brito | Crédito: Divulgação
TAGS
PUBLICIDADE
COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MATÉRIAS QUE VOCÊ PODE GOSTAR
PUBLICIDADE
COMPARTILHE