Ajude famílias de Ribeirão Preto que vivem insegurança alimentar

POR Redação 19 de agosto de 2021
EDITORIAS QUE PODEM TE INTERESSAR

Colégios Marista Ribeirão Preto e Marista Champagnat promovem campanha solidária para arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza

Os impactos da pandemia continuam sendo sentidos todos os dias pelos brasileiros, principalmente na mesa de refeição. Segundo o relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, a fome atingiu 10% da população mundial durante o último ano; no Brasil, a estimativa é que mais de 49 milhões de pessoas vivam em situação de insegurança alimentar moderada ou severa, o que significa ou a qualidade da alimentação dela piorou nos últimos anos ou que elas passaram mais de 24 sem se alimentar.

Neste cenário, os Colégios Maristas de Ribeirão Preto promovem uma ação de solidariedade entre 27 de agosto, buscando arrecadar alimentos não perecíveis e produtos de limpeza e higiene pessoais. As doações depois serão distribuídas nas comunidades de maior vulnerabilidade social.

Saiba mais e participe, clicando aqui!

“Temos que contribuir com quem passa por dificuldades. A fome é um problema social grave e temos a obrigação ética de nos colocarmos a serviço dos mais necessitados, garantindo, pelo menos, o básico para sua sobrevivência”, afirmam Rodrigo Borgheti e Roberta Fardin Bianchi, diretores gerais dos Colégios Marista Ribeirão Preto e Marista Champagnat.

Vencendo a insegurança alimentar

Desde o início da pandemia, o Grupo Marista faz campanhas de arrecadação de mantimentos para as famílias atendidas em busca de combater a difícil realidade que, de acordo com um estudo recente da Unicef, atinge 27 milhões de brasileiros desde o início da crise da covid-19 – pessoas que deixaram de comer em algum momento por falta de dinheiro para comprar comida.

Com as ações realizadas, já foram distribuídas mais de 16 toneladas de alimentos e produtos de limpeza e higiene para 2,1 mil famílias que vivem nas comunidades mais vulneráveis.

Leia também: Pesquisa quer mapear impactos da pandemia em crianças de Ribeirão

TAGS
PUBLICIDADE
COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MATÉRIAS QUE VOCÊ PODE GOSTAR
PUBLICIDADE
COMPARTILHE